13/09/2017 às 10h27min - Atualizada em 13/09/2017 às 10h27min

Prêmio Queijo Brasil - Valorização do Queijo Artesanal Brasileiro

O Prêmio Queijo Brasil é organizado pela COMERQUEIJO (Associação de Comerciantes de Queijos Artesanais Brasileiros), além do apoio da Revista Prazeres da Mesa.

Este importante evento para o Queijo Artesanal Brasileiro será realizado na Memorial da América Latina em São Paulo e está inserido na programação de outro grande evento chamado Semana Mesa SP, evento organizado pela Revista Prazeres da Mesa e que reunirá os mais importantes e prestigiados chefs de cozinha de todo Brasil e alguns convidados internacionais, além de aficionados, alunos de gastronomia e jornalistas.

Nesta terceira edição do Prêmio Queijo Brasil haverá modificações em relação às edições anteriores e que darão retorno direto aos produtores participantes. Nos parágrafos abaixo descrevemos tais modificações. Por favor, fiquem atentos, pois elas são muito importantes. Este será a terceira edição do maior evento relacionado com o Queijo Artesanal Brasileiro já realizado. É uma grande oportunidade para divulgar o Queijo Artesanal Brasileiro para o maior mercado consumidor do País.

Organização pela COMERQUEIJO:

A COMERQUEIJO é uma associação sem fins lucrativos, portanto, todo valor arrecadado pela COMERQUEIJO durante o III Prêmio Queijo Brasil será exposto e revertido em sua totalidade ao Queijo Artesanal Brasileiro por meio de pesquisa cientifica ou ações comerciais e visem a melhora da qualidade ou do comércio do Queijo Artesanal Brasileiro, sempre seguindo critérios de ética de acordo com o Estatuto desta associação.

Os Objetivos do Prêmio Queijo Brasil são:

- Divulgar a diversidade dos queijos artesanais produzidos em território nacional,

- Fortalecer a integração entre os agentes da cadeia produtiva do QAB: Produtores, transportadores, lojistas, pesquisadores, consumidores e instituições governamentais.

- Reconhecer e valorizar o produtor artesanal que prioriza a qualidade de seu produto,

- Estimular a melhoria da qualidade dos queijos através do intercâmbio de conhecimentos entre produtores, consumidores e especialistas,

- Estimular a ampliação do mercado consumidor dos queijos artesanais brasileiros.

- Promover o debate sobre a necessidade de atualização das legislações vigentes, a fim de compreender a nova realidade do QAB.

Como funciona:

Os queijos inscritos para a premiação, por seus produtores e/ou representantes, serão avaliados por chefs, jornalistas, especialistas em queijos, produtores e consumidores selecionados previamente pela organização o evento. Os queijos serão avaliados misturados e as premiações serão divulgadas por categoria. Os critérios de avaliação são: Aspecto/Aparência – Olfato/Aromas – Textura e Sabor. O corpo de jurados será constituído de dois grupos (técnico e gustativo). Todos os queijos começam a avaliação com nota máxima para o corpo de jurados técnico e a partir dos defeitos que surjam ao queijo avaliado lhe serão retirados pontos até chegar à nota final. O corpo de jurados gustativo tem como principio avaliar os queijos desde um ponto de vista mais comercial, buscando qualidades gustativas e olfativas, possibilidades de receitas gastronômicas e neste caso, os queijos avaliados iniciam a avaliação com nota mínima e a partir de suas qualidades e possibilidades a nota vai aumentando. A soma total desta avaliação será determinante para qual premiação o queijo vai receber.

Retorno da avaliação: Cada queijo inscrito receberá o resultado da avaliação com o intuito de possibilitar o estudo e as possibilidades para melhorar seu queijo e condições comerciais. A ideia deste novo formato do Prêmio Queijo Brasil é oferecer algo a mais para o produtor. Além do reconhecimento por medalha pelo bom trabalho e qualidade do queijo, também oferecer um pouco de conhecimento deste outra ótica, o ponto de vista técnico e comercial.

Exigências para inscrever o queijo;

1 - Categoria A: Queijo Artesanal de Leite Cru:

Leite Cru, Próprio e/ou Comprado de Terceiros, Obtido Num Raio Não Maior do Que 24km Para Estrada de Asfalto e 10km para Estrada de Terra e Que Não Ultrapasse o Limite Produtivo de 7.000 Litros de Leite ao Dia Para Leite Bovino e 1.000 Litros de Leite para Caprino, Ovino e/ou Bubalino.

2 - Categoria B: Queijo Artesanal de Leite Pasteurizado:

Leite Pasteurizado, Próprio e/ou Comprado de Terceiros, Obtido Num Raio Não Maior do Que 24km Para Estrada de Asfalto e 10km para Estrada de Terra e Que Não Ultrapasse o Limite Produtivo de 7.000 Litros de Leite ao Dia Para Leite Bovino e 1.000 Litros de Leite para Caprino, Ovino e/ou Bubalino

3 - O queijo inscrito deve usar leite nacional e ser produzido em território nacional.

4 - Associações, cooperativas e maturadores poderão inscrever seus queijos desde que respeitem o limite máximo de produção diário.

5 - A organização do evento dará preferencia a queijos com nome locais e em idioma português e que fomentem a criação de novos produtos genuinamente brasileiros.

6 - Para os produtos denominados “artesanal” fica proibido o uso de conservantes, espessantes industrializados e a pratica da homogeneização do leite.

Que usem preferencialmente fermentos autóctones, porém é permitido o uso de fermentos lácteos industrializados. Fica liberado o uso de coalho ou coagulante, cloreto de cálcio, cloreto de sódio e outras culturas como Geotrichum Cadidum, Penicillium Candidum ou Penicilium Roqueforti industrializados.

Inscrições: Os produtores e/ou representantes dos queijos podem inscrever seus queijos preenchendo a ficha de inscrição e enviando ao e-mail premio@premioqueijobrasil.com.br .O Produtor e/ou representante deve arcar com o custo de inscrição, da amostra de queijo que será usado na avaliação durante o Prêmio e o frete para envio do mesmo. O prazo final para a inscrição dos queijos é de 15 de outubro de 2017. Sua participação é muito importante para a cultura do Queijo Artesanal Brasileiro. Maiores informaçõs poderão ser obtidas no site: www.premioqueijobrasileiro.com.br. O Site Ciência do Leite apoia essa iniciativa e se encontra a disposição para divulgação do evento.

Saudações Laticinistas

Marco Antônio Cruvinel de Lemos Couto - Diretor Administrativo

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »