14/02/2008 às 13h53min - Atualizada em 14/02/2008 às 13h53min

Mercado de inseminação em ovinos e caprinos está em crescimento no Brasil

Fonte: Diário do Comércio 

A empresa canadense especializada em sêmen de bovinos Central Alta Genetics inaugurou, em janeiro, na cidade de Uberaba (Triângulo Mineiro), a mais nova central de tecnologia de sêmen de caprinos e ovinos da América Latina. 

De acordo com o gerente de caprinos e ovinos da empresa, Edson Siqueira Filho, a Central apostou nesse mercado e há dois anos começou a estudar a viabilidade de uma unidade própria na região.

O investimento para a abertura da unidade não foi divulgado, mas o gerente informou que foi o suficiente para dar todo o suporte ao atendimento de todos os protocolos de bem-estar animal, com instalações simples e funcionais. "O mercado de inseminação em ovinos está em plena expansão. A Central foi dimensionada para acompanhar as exigências e o crescimento do
segmento", explicou Siqueira Filho.

Segundo ele, o rebanho ovino do país cresce, em média, entre 4% e 5% ao ano. Para acompanhar esse crescimento, a Alta Genetics estima produzir cerca de 60 mil doses de sêmen anuais, tanto para caprinos quanto ovinos. "Nosso atendimento é nacional e contamos com cerca de 70 escritórios espalhados pelo território nacional para manter um atendimento mais amplo", afirmou.


Tendência - A aposta nesse mercado que já é consolidado se deu em função da tendência de crescimento, uma vez que o boom de investimentos neste segmento ocorreu há sete anos. A empresa não oferece apenas o sêmen congelado e o objetivo é chegar a criadores que não têm condições de comprar boas matrizes reprodutoras para suas propriedades, salientou o gerente. "Atualmente estamos com uma capacidade para trabalhar com a coleta em 20 animais simultaneamente", destacou.

Além da venda de sêmen, a Central atua com avaliação genética de animais e inseminação artificial. De acordo com Siqueira Filho, o cuidado que mais pesa nesse tipo de negócio é o sanitário, sem descuidar da parte nutricional e do manejo com os animais. "São pontos como esses que vão definir e refletir na qualidade dos animais e dos produtos que virão deles", afirmou.

Além disso, a Central conta com laboratórios dotados de modernos equipamentos para industrialização de sêmen, instalação para acomodar os animais, estrutura para exploração máxima da capacidade dos reprodutores, equipe técnica especializada no segmento e atendimento aos protocolos tanto nacionais quanto internacionais para permitir a exportação do sêmen, enumerou o gerente.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »