07/08/2008 às 09h33min - Atualizada em 07/08/2008 às 09h33min

Gente postura

Tenho observado em minhas palestras e trabalhos de consultoria e treinamento, em empresa, órgãos públicos, entidades e associações que os administradores em gestão, seja de processos ou de pessoas, estão buscando, e com muita razão, ?mecanismos extra-homens? de se viver profissionalmente com motivação e entusiasmo dentro de suas repartições em benefício dos resultados e da satisfação pessoal e dos clientes.

Ao detectar que quase todos os profissionais estão querendo um ?algo mais? em suas vidas, demonstram a princípio, uma correta relação do ser gente com uma postura ideal. Mas os problemas vividos, principalmente os chamados emocionais, afetam e muito o desempenho e a convivência com o eu-profissional.

Reparo aqui, que às vezes, o profissional não deixa de existir, devido a seus compromissos, mas torna-se visível que passa a ser tomado pelo desânimo, da apatia e até mesmo dos sintomas da depressão (estresse).

Quando falo de ?mecanismos extra-homens?, refiro-me, e por que não dizer, que cabe a cada um de nós, consultores, darmos nossa contribuição em focar não só ações técnicas e de resultados e, sim, de participar com maestria na ajuda, quase que pessoal de se fazer valer o momento ali vivido nas palestras como se fosse um acompanhamento extra, que nos faz sentir apaixonados por cada indivíduo da platéia. Apaixonados em querer fomentar os homens e seus ideais.

De nada adianta, colocar indivíduos focados em modernas técnicas de gestão, de aprimoramentos e eficiência dos resultados, se não começarmos a vivenciar o ?extra-homem?, como sendo ?gente-postura?.

O mais difícil não é passar conhecimentos e dar subsídios de informações ao profissional, mas sim, fazer com que ele possa entender e não só escutar, ficar motivado querendo mudar ?o mundo? da sua empresa, do seu setor.

Às vezes, absorvem a palestra com tanta gana que isto é passado para nós a cada colocação, a todo o momento. Somos gente, de carne, osso, sentimento, emoção e postura.

É neste fator que exponho a necessidade do homem moderno deve parar e verificar o seu lado profissional na busca do sucesso. Ser ?Gente-Postura? refere-se a todo profissional que mesmo na fase 1) Apresentação para o inicio da carreira; 2) busca o seu Crescimento Profissional, 3) em períodos da completa Maturidade; e caminhando para e eficiência do seu desempenho (o eu-empreendedor) ou 4) o Declínio para o fracasso, mesmo sendo produtivo.

O fator Maturidade leva o homem moderno a decidir: 1) Buscar sua ?Gente-Postura? e ser Empreendedor ou, 2) viverá o seu ?Gente-Postura? no declínio, na insatisfação quase que completa, exercendo suas atividades, sejam elas quais forem, sem prazer, contaminado e contaminando a todos. Estamos vivendo um momento em que o profissional obtém conhecimento, aprimora seus talentos, diversifica suas ações focando clientes e resultados, revendo conceitos, e assim, querendo chegar ao topo do seu sucesso, mas, esquecendo do fenômeno de ser ?Gente-Postura?. Como lidar com os colegas? Como vencer a concorrência? Como manter as vendas e clientes? Como ser um líder exemplar? Como vencer o medo e a preocupação? Como decidir? Como praticar corretamente o aprendizado? A experiência vale ou não, nos dias de hoje? Porque tanta informação? Qual delas foco em minhas decisões?

Até quando iremos trabalhar com eficiência e comprometimento para responder essas perguntas. O líder precisa ser forte, manter-se atualizado e comandar sua equipe. Que bom se tudo fosse assim! O lado da ?Gente-Postura? começa atingir o ?mecanismo extra-homem? ? na busca de um ser divino ? querendo arrumar a casa (empresa), selecionar bons profissionais, medir as ações de comando, fazer boas parcerias, ter resultados positivos, ser bom pai, dar atenção especial para todos, ter amigos de verdade e enfim, tudo, tudo como se fosse num estalar dos dedos.

Ser ?Gente-Postura? é não esquecer de que todos ao nosso redor são pessoas e que todos possuem problemas e, ninguém é de ferro, temos a cada momento uma surpresa... Vamos tirar um momento só pra nós ? avalie sua vida.

O Marketing Pessoal nos impulsiona: no que, no como, de que maneira, a que momento, com quem! Devemos estar ?ligados? para ser profissional em todos os sentidos ? do lidar com clientes até mesmo decidir e liderar equipe.

A qualquer instante, o silêncio pode romper-se e daí será revelado o seu momento de ?Gente-Postura? com toda a sua plenitude.

Deve-se perguntar: O meu Marketing Pessoal será positivo ou negativo?

Vemos quebra de paradigmas, busca do aprender vários idiomas, informações a mil, decisão acertada, logística, estratégias na gestão e outros fatores que fazem do homem moderno esquecer que ele é Gente.

Sua Postura implica, conforme o gráfico, a cada passo a ser dado, o projetará na excelência do seu comportamento profissional em todos os momentos.

Mas, ressalva-se de que para isto, o instante vivido, a postura seja em ações ou decisões erradas ou certas, deve ser vista e revista para que não se tenha grandes perdas de projeção profissional. Uma "queimado o seu?filme?, poderá nunca mais existir outra oportunidade para você.

Ninguém é perfeito, mas a eficiência, o dinamismo e a determinação em querer fazes o certo, leva o homem a pensar a todo instante que só ele pode ser ?Gente-Postura? dentro de seu habitat profissional.

Ele pode assim, contaminar positiva ou negativamente a todos, mediante negociações com clientes ou até mesmo com o seu grupo de convivência diária.

Portanto, fazer sorrir as pessoas em um dado momento e mostrar-lhes à realidade de um profissional, não é uma tarefa fácil, mas deixa-lo perceber que para ser ?Gente-Postura?, tem que ser muito mais do que um simples funcionário, chefe, gerente ou sócio de uma empresa.

Este fator, passa a ser determinante junto às ações e principalmente para aqueles que estão começando sua vida profissional agora.

Deixamos também uma pausa para os que se encontram na estrada da busca do crescimento, possam conhecer melhor o caminho do Profissionalismo e da Maturidade e do ser gente com postura para um autêntico homem de sucesso. 

A vida nos faz em dado momento, sermos homens capazes de decidir com um pesar grandioso.

Mas, quando se fala de empreendedorismo, ou até mesmo, ser um empresário de sucesso, a decisão torna-se uma grande vantagem, isto porque, cabe a cada um de nós vislumbrar um algo mais em cada decisão, seja favorável, com acertos, ou desfavorável, projetando um certo receito.

Entre o sucesso e o fracasso, devemos ter analisar a nossa linha de conhecimento para que um dos dois seja a fonte de determinação a ser trilhada.

A busca profunda do saber tem que existir.

O saber ser, saber fazer, saber pensar e o saber decidir. Portanto, que nós possamos ser ?Gente-Postura?: sermos gente com postura de um profissional.

José Geraldo Nogueira


Autor:

Referências bibliográficas: 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »