25/08/2010 às 07h56min - Atualizada em 25/08/2010 às 07h56min

Preço do leite em queda... Continua a dúvida!

Marco Antonio Cruvinel e Equipe Ciência do Leite

O assunto continua em pauta... Nas conversas, nas reuniões, nas rodas de produtores, nos sindicatos e representantes da classe, enfim, em toda cadeia que vive do leite e para o leite. Em virtude da complexidade do assunto, resolvemos aprofundar no seu estudo e tiramos algumas conclusões. Fomos analisar todos os indicadores referentes ao leite.

Analisamos o quadro das importações e das exportações; em relação a 2009, tanto as importações e muito mais as exportações, diminuíram. Isso aumentou a nossa “pulga que estava atrás da orelha”, pois se a importação abaixou de forma geral, e em muitas toneladas, ao contrário do anunciado em todos os veículos de informação, porque pressionou o leite para baixo? Fui ver o quadro de produção de leite no mundo, e verifiquei que o Brasil vai aumentar a produção em 2010 em relação a 2009 em quase 6%. A China em 10% da produção, mas também esta aumentando o consumo interno. Os outros países produtores não vão aumentar a sua produção, e alguns tradicionais, como Austrália, estão até baixando a produção de leite. Os Estados Unidos e a União Européia paralisaram. Estudamos também o quadro de preços praticados no mundo e principalmente no Brasil e foi quando percebemos que os preços praticados este ano foram superiores a todos os anos. O preço do leite começou a aumentar assustadoramente em março de 2010, e já se equiparava aos meses de junho de 2009, em plena entressafra. Em junho deste ano, percebemos que alguns estados estavam com preços de leite tão altos como jamais se viu em toda sua história.

Foi ai que unimos as informações... O aumento considerável da produção em 2010 em relação aos outros anos, juntamente com a expectativa de aumento de consumo interno e aumento das exportações de lácteos, aliado ao aumento precoce do valor do leite no inicio do ano, causou esta queda do preço do leite, durante a entressafra. Iremos disponibilizar os quadros que fazem estas referencias para analise de todos, mas temos certeza que foi isto. O cruzamento destes quatro fatores: 1-Diminuição das exportações em certos casos de até 70%; 2- Aumento da produção nacional em 5,7%; 3- Aumento precoce do preço do leite; 4- A estabilização do consumo interno de lácteos. Tudo isso junto levou a esta desvalorização do leite na entressafra. Ou seja, foi uma sucessão de erros, da indústria, também do mercado que apostou no aumento do consumo e dos produtores, que aumentaram o volume de produção apostando na manutenção dos altos valores pagos pelo litro do leite.
Links recomendados:
Preço médio do leite, em reais e em dólar nos últimos 5 anos.

http://www.milkpoint.com.br/?actA=8&areaID=50&secaoID=285&cotacaoID=17


Produção leite por estados.
http://www.milkpoint.com.br/estatisticas/Producao_Estado.htm

Importação de lácteos brasileira 
http://www.milkpoint.com.br/estatisticas/Importacoes_Brasileiras.htm

Exportações de lácteos brasileira
http://www.milkpoint.com.br/estatisticas/Exportacoes_Brasileiras.htm

Produção mundial
http://www.milkpoint.com.br/estatisticas/Producao_Mundial.htm

 

A nossa equipe estará sempre atenta a estes altos e baixos na cadeia do leite, com o intuito de diminuir os erros cometidos pelo segmento lácteos, para que todos sejam beneficiados, pois sabemos o quanto todo esse processo é sofrido para o nosso setor. Temos que fazer dos erros um trampolim para o sucesso e acertos do futuro.

Saudações laticinistas
Marco Antonio Cruvinel e Equipe Ciência do Leite


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »